Enfermagem - UOL Fotoblog
Enfermagem

Dê uma nota para esse fotoblog   |    Adicionar aos meus favoritos

[ Ver todas as fotos ]
  
[ Enviar esta foto por e-mail ]
Anterior

Doe sangue

Doe Sangue! Há anos a medicina vem tentando sem sucesso produzir sangue artificial. Enquanto isso não ocorre, a doação de sangue se torna cada dia mais necessária. A doação de sangue é caracterizada por um ato de solidariedade, uma ação voluntária e consciente com a finalidade de salvar vidas. Doar sangue não tem outro preço além da satisfação de estar colaborando para cuidar e salvar milhares de pessoas que dependem da doação de sangue todos os dias. Porém, existem dezenas de mitos e tabus que cercam o ato da doação do sangue. Alguns são criados pelo medo que as pessoas tem, outros, pela falta de informação. Por isso, é muito importante estar colaborando com a desmistificação do ato de doar sangue, que ao que muitos pensam, é mais simples do que imaginam. O processo de doação Veja como é simples doar sangue: 1° Passo - O processo de doação leva aproximadamente 30 minutos. A doação em si dura apenas de 6 a 10 minutos. 2° Passo - Preencha a ficha do doador. Você ficará cadastrado em nosso banco. 3° Passo - Check-up médico. Um médico irá medir sua pressão e checar se você está apto a doar sangue. Não fique constrangido, algumas perguntas que fazem parte da sua rotina, serão feitas. Suas respostas são extremamente importantes e confidenciais, por isso, não são permitidos acompanhantes ao doador na hora da entrevista. Vale lembrar que é extremamente necessário que estas questões sejam respondidas com a máxima sinceridade. 4° Passo - A doação propriamente dita. Um profissional de saúde irá realizar a assepsia em seu braço e usar uma agulha descartável. Não há chance de contrair o vírus da AIDS ou nenhuma outra doença infecciosa doando sangue. 5° Passo - Após a doação você deverá descansar uns 10 minutos. Esse tempo é super importante e com isso você poderá fazer um lanche leve, fornecido gratuitamente. No processo de doação, seu sangue passa por vários exames para verificar algumas dessas doenças: - AIDS - Sífilis - Hepatite - Doença de Chagas - HTLV I/II - Formas raras de Hemoglobina (anemias) - Grupos Sangüíneos e Fator Rh - Informações gerais O doador Visando manter a saúde do doador, e de estar garantindo a qualidade da doação e evitar riscos de contaminação, os bancos de sangue seguem rigidas regras de controle, - Tenha entre 18 e 60 anos - Pese mais de 50 quilos - Tenha doado sangue há mais de 60 dias (homem) ou 90 dias (mulher) - Tenha dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas - Não ter dado a luz ou ter praticado aborto há menos de três meses - Não tenha tido Doença de Chagas ou contato com o inseto Barbeiro - Não tenha tido malária ou estado em região de malária nos últimos 6 meses - Não tenha hepatite ou sífilis - Não seja Epilético - Não tenha ingerido bebida alcoólica nas 24 horas que antecedem a doação - Não estar em jejum há mais de 6 horas - Não ter ingerido substâncias gordurosas nas últimas 4 horas - Não ter sido submetido a grandes cirurgias nos últimos seis meses, pequenas cirurgias nos últimos três meses ou extração ou tratamento dentário nas últimas setenta e duas horas - Não apresentar manifestações ativas de alergias ou asma - Não realizar exercícios físicos pesados antes da doação - Não ter colocado piercing ou feito tatuagem nos últimos doze meses - Não ter realizado endoscopia nos últimos doze meses - Evitar fumar 2 horas antes da doação - Não ter feito tatuagem ou tratamento com acumpuntura nos últimos 12 meses - Não ter comportamento de risco para AIDS como: 1) uso de drogas injetáveis 2) troca freqüente de parceiros(as) sexuais, sem uso de preservativo (camisinha). Exemplo: mais 4 parceiros (as) diferentes a cada 12 meses 3) contato sexual com prostitutas sem uso de preservativos (camisinha) nos últimos 10 anos 4) contato sexual, nos últimos 10 anos, com pessoa com AIDS ou incluída nos ítens 1, 2 e 3 acima - Apresentar carteira de identidade ou profissional ou habilitação ou passaporte Exclarecendo o Mito Há muitas idéias erradas quando o assunto é a doação de sangue. Para evitar não deixar dúvidas, convém deixar claro que doar sangue: - Não emagrece - Não engorda - Não vicia. - Não afina o sangue - Não engrossa o sangue - Não contamina o doador. Todo o material utilizado é descartável e esterilizado. Não há nenhum risco de transmissão de AIDS ou outras doenças. - Não deixa a pessoa fraca. Em um dia, seu volume sangüíneo estará normalizado e, em um mês, seus glóbulos vermelhos voltam aos níveis anteriores. Onde Doar? Para quem mora na Grande São Paulo, pode conferir os postos de atendimento no site http://www.prosangue.com.br/ Nas demais regiões e estados, pode conferir no site Hemonline: http://www.hemonline.com.br/doacao.htm Fontes http://www.abrale.org.br/como_ajudar/doacao_sangue/index.php">Site da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia http://www.portoalegre.rs.gov.br/sms/doacao_sangue.htm">Site da Secretaria municipal de saúde de Porto Alegre http://www.hemocentro.fmb.unesp.br/index2.htm">Site do Hemocentro de Botucatu

11/07/2004 Publicada por \\//an

  
Comente esta foto
Nome *  
E-mail *  
Site/Blog *  
Comunicador *  
Cidade/Estado *  
Comentário
Caracteres restantes : 1000    
  

  

[ Ver todos favoritos ]
  




BRASIL, Mulher